Escolha uma Página

Arquivos

O feminismo é um pensamento transformador da sociedade. É uma revolução, talvez a maior revolução dos tempos modernos. Uma revolução na qual não se derramou uma pinga de sangue. No entanto, é a revolução que mudou mais coisas na vida diária das pessoas (também é a mais silenciada).

A revolução feminista é e tem sido a resposta das mulheres ao poder patriarcal.

O feminismo é uma luta contra o Patriarcado

O Patriarcado não é apenas inimigo das mulheres, mas de toda a humanidade. Patriarcado é uma cultura, uma civilização, um sistema econômico, político, legal, religioso, científico… Mas acima de tudo, o patriarcado é um PODER. Um poder que se manifesta em todos os lugares, instituições, pessoas, hábitos, culturas, religiões, ideologias, mesmo dentro de muitas mulheres.

O feminismo promove a Sororiedade

Se a fraternidade é o pacto entre os homens pelo qual se reconhecem parceiros e sujeitos políticos e do que as mulheres somos excluídas, a sororiedade é o pacto entre as mulheres que somos reconhecidas irmãs, sendo uma dimensão ética, política e prática do feminismo contemporâneo. Depois de anos de rivalidade, as mulheres tornamos aliadas.

O feminismo é diverso

Ser feminista não é só perceber os problemas, é responsabilizar-se por eles. É questionar o estrutural, a própria formação. Ser feminista é, antes de todo, desempenhar um papel político. Papel que gera o colectivo e dentro deste há uma pluralidade enorme. Mas por mais diverso que seja, o feminismo, parte de uma ideia simples e mais do que justa: mulheres somos pessoas.

As Mulheres Nacionalistas Galegas fazemos um apelo a participar na mobilização Nacional unitária de 8 de Março e, juntas novamente, sairmos às ruas para continuar o processo de luta e reivindicações por nossos direitos.

A sororiedade está no ar e a revolução será FEMINISTA ou não será!!

Share This